Escolha do Fuso, meridiano e hemisfério


Na utilização dos programas do TBN2CAD, é necessário informar qual o Fuso, Meridiano Central e qual hemisfério se refere o sistema de coordenadas UTM. É sabido que o Globo é dividido em 2 hemisférios pela linha do Equador:

  1. Norte
  2. Sul

Na vertical, o Globo é dividido em 60 fusos, cada um com seu Meridiano Central, sendo o Meridiano de Greenwich o de número zero:

As vezes é dificil identificar o fuso em que se encontra o desenho no AutoCAD, então pra facilitar, o programa mostra esta tela para que se clique a região aproximada de onde deve "cair" o desenho:

Clique e arraste o marcador para a posição do seu projeto.

Note que nesta tela você ainda deverá escolher o referencial do desenho, que pode ser, por exemplo, o SAD69. Assim as coordenadas serão corretamente transformadas pois o Google Maps e o Bing Maps estão no referencial WGS84.



Transformação de coordenadas Locais para UTM

Por fim, você ainda poderá optar por transformar as coordenadas UTM em coordenadas locais. Para isso, marque a caixa Aplica Transformação e defina os parâmetros:

Note que, ao preencher os valores acima, serão automaticamente calculados o fator de escala (K) e a rotação do sistema.

A transformação de coordenadas Locais para UTM consiste em:

  1. Translação - que faz a o ponto de (Referência Local) coincidir com (Referência UTM) usando o vetor:
    (Referência Local)->(Referência UTM)
  2. Rotação - O sistema local é rotacionado em (Referência UTM) de um ângulo formado pelos vetores: Este valor será somente leitura se você optar por informar as coordenadas locais e UTM do ponto de rotação.
  3. Escala - usando o ponto (Referência UTM), as coordenadas são escaladas usando o fator K, dado pela fórmula:

    K = k0 / (1 - (Cos(LATmedio) * Sen(LNGmedio - LNG)) ^ 2) ^ 0.5

    LATmedio = If(LAT < 0, -1, 1) * Truncar(Abs(LAT) / 8) * 8 + 4

    LNGmedio = Fuso * 6 - 183

    onde: